Portal do Cooperativismo Financeiro Por que fazer parte de uma cooperativa de crédito?, por Aifa Naomi Uehara de Paula – Portal do Cooperativismo Financeiro

Por que fazer parte de uma cooperativa de crédito?, por Aifa Naomi Uehara de Paula

cooperativismo de creditoA maioria dos brasileiros possui uma conta em um banco tradicional e mesmo com juros altos e com a falta de retorno nos investimentos, nunca pensou que pode existir uma alternativa. Essa alternativa são as cooperativas de crédito, onde não existem clientes e sim cooperados, ou seja, cada pessoa que possui uma conta é também dono do negócio.

Além de ser dono e ter retorno, ou lucro, sobre o capital investido, as cooperativas financeiras também possuem melhores taxas do que as operadas nos bancos tradicionais. Por causa dessas vantagens, nos últimos três anos o país tem visto o crescimento do número de associados ao sistema financeiro cooperativo, que apenas de 2012 a 2015 aumentou em 27%.

Para aqueles que veem apenas problemas na crise, para as cooperativas de crédito aí estão as oportunidades, isso porque ao oferecerem todos os serviços de um banco tradicional, mas com vantagens e menores taxas, a cooperativa de crédito é o grande coringa da vez.

Mesmo com 100 bancos tradicionais atuando no Brasil, são as cooperativas de crédito que mais cresceram e que continuam atraindo mais associados, e não apenas clientes, a cada dia. E quando o cliente percebe que passou grande parte de sua vida sem poder decidir nada na sua instituição financeira e que com a cooperativa de crédito tem a decisão nas mãos, junto com os outros associados, nunca mais quer sair do sistema.

A diferença na cooperativa financeira é que as pessoas que nela ingressam fazem parte das movimentações financeiras, dos lucros e das decisões sobre investimentos, por exemplo, pois todas as decisões são coletivas e democráticas. Por não ter fins lucrativos, as cooperativas conseguem preços mais acessíveis e competitivos que os bancos comerciais e o investimento inicial para ser sócio é bem baixo, de cerca de R$ 100.

Defensores dos bancos tradicionais podem afirmar que as cooperativas não são tão acessíveis. Mas apenas o Sicoob, o maior sistema financeiro cooperativo do país, tem mais de 2.400 pontos de atendimento distribuídos nos 27 estados e de 2014 para 2015 nossos locais de atendimento aumentaram em 8,4% e continuamos expandindo.

Seja para pessoa física que deseja garantir a poupança para o futuro ou para o empresário que precisa de crédito para investir no negócio, ser cooperado possibilita melhores chances em um mercado cada vez mais competitivo, sem deixar de dar voz a todos que participam da cooperativa.

Outro reflexo que temos visto, é que as cooperativas financeiras, por beneficiarem os seus cooperados, fazem a diferença nas comunidades em que estão localizadas e levam desenvolvimento econômico ao proporcionar uma circulação da renda através dos associados.

Aifa Naomi Uehara de Paula é presidente do Sicoob Central MT/MS.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.





*

WordPress spam blocked by CleanTalk.