Mantenedora da ABFintechs, CashWay busca aproximar setor de tecnologia do cooperativismo

Entre os principais objetivos da Associação Brasileira de Fintechs está o de tornar o Brasil uma referência em inovação no setor financeiro.

A CashWay, techfin focada em desenvolver soluções tecnológicas para o sistema financeiro, é a mais nova mantenedora bronze da Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs). Um dos principais objetivos da ação, além de fomentar o ecossistema, é aproximar o setor de tecnologia do cooperativismo. Focadas em solucionar dores do setor financeiro por meio de tecnologias disruptivas e escaláveis, as fintechs são grandes aliadas das cooperativas. Segundo o CEO da CashWay, Felipe Santiago, a construção dessa relação entre os setores evoluiu com o passar dos anos, mas ainda tem muito a amadurecer. “As fintechs serão as maiores parceiras do cooperativismo. Nossa presença na ABFintechs visa – inclusive – aproximar esses players para interagirem. No final do dia as cooperativas e as fintechs conseguem gerar oportunidades para um crescimento mútuo”, destaca. Entre os principais objetivos da associação está o de tornar o Brasil uma referência em inovação no setor financeiro. “Antes de decidir se tornar mantenedora ficamos dois anos como associada, enxergamos que a ABFintechs tem um papel fundamental em todo o ecossistema”, explica Felipe.

Parceria leva mais tecnologia às cooperativas

As fintechs atuam em nichos, o que permite explorar a experiência do cliente de forma eficiente. Atualmente, diversas corporações investem nelas para auxiliar no processo de melhoria de produtos e serviços. Foi com esse objetivo que a CashWay, techfin com sede em Florianópolis/SC, passou por um processo de aceleração com a Darwin Startups em 2020. “Mesmo atuando no mercado de sistema para cooperativas de crédito há mais de uma década, percebemos que precisaríamos mudar nossa visão de negócio para entregar aos clientes uma solução mais robusta e que de fato resolvesse dores latentes, que impactavam as cooperativas e seus cooperados”. No primeiro ano de mentoria e troca de experiências com corporações, a CashWay passou por um rápido crescimento, o que gerou um efeito positivo também para as cooperativas atendidas. “A maioria de nossos clientes acabou expandindo sua atuação em mais de 100% em relação ao ano anterior”, destaca.

Assim, a CashWay percebeu que focar na ponta da cadeia do ecossistema era fundamental para apoiar as cooperativas e os cooperados. Hoje, a empresa aposta nas parcerias não só com corporações, mas também com fintechs, integrando soluções e disponibilizando produtos com mais valor para os clientes. “Imaginem que um processo simples como acolher títulos dependia de uma cooperativa ou possuir uma autorização de correspondente bancário com os bancos tradicionais, ou abrir uma conta de liquidação, aderir a CIP e formalizar os convênios necessários para acolhimento de títulos específicos”. Segundo Felipe, esse processo além de muito caro era também muito longo – algumas cooperativas levavam anos para implantar. “Identificada a dor, buscamos fintechs que atuassem especificamente nesta operação, fizemos uma integração que não levou 60 dias e conseguimos disponibilizar este serviço de forma muito simples para as cooperativas, eliminando toda a estrutura física e de pessoas necessárias para isso, e entregando ao cooperado uma experiência muito positiva”.

Sobre a CashWay

Com estrutura completa de core banking, internet banking e mobile banking, a CashWay nasceu da fusão entre a Leosoft e a Biti, com mais de 20 anos de serviços consolidados. A Cashway transformou seu vasto conhecimento de mercado em soluções especializadas e serviços de automatização de processos para atender as necessidades de cooperativas de crédito, instituições financeiras ou de pagamentos e fintechs. Entre os principais serviços estão: solução SaaS, hospedagem em nuvem, app white label, open banking e contratação por franquia. Oferecer soluções rápidas e digitais que priorizem a experiência do usuário é uma das prioridades da empresa. Com sede em Florianópolis/SC, a CashWay já opera em todo o país e em Angola e, em breve, irá internacionalizar suas atividades para todo o Mercosul.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.