Projeto Juventude Conectada da Cresol reúne aproximadamente 250 jovens de 13 estados brasileiros

A Cresol finalizou no último mês mais uma edição do projeto Juventude Conectada, desenvolvido com o objetivo de fomentar o relacionamento da Cresol com o público jovem, instigando o desenvolvimento pessoal e profissional dos participantes.

Nesta edição, em razão da pandemia do Covid-19, as atividades do projeto aconteceram de forma online, com uma jornada de aprendizagem e formação cooperativista com foco nas competências técnicas e comportamentais dos jovens, aliando a tecnologia a temas como economia, empreendedorismo e a dinâmicas do mercado de trabalho, sejam elas para a inserção dos jovens no mercado de trabalho, em seus empregos, ou em seus empreendimentos.

Cerca de 250 jovens, de 13 estados diferentes, participaram do projeto que iniciou no mês de outubro do ano passado e terminou no último mês de março. Foram, aproximadamente, seis meses de ações semanais e 110 horas de atividades em encontros online, como lives, webinars e workshops. Além desses momentos, os participantes desenvolveram ações extras na semana.

Alzimiro Thomé, presidente do Sistema Cresol Baser e do Cresol Instituto, disse que o projeto trouxe muitas reflexões aos jovens. “Com certeza todo conhecimento adquirido durante esses seis meses de encontros online irá contribuir para o crescimento profissional dos jovens que se dedicaram e aproveitaram ao máximo as nossas equipes que, a cada novo encontro, não mediram esforços para apresentar novidades aos participantes”.

Thomé também destacou a importância da cooperativa estar presente, dando apoio e incentivando o empreendedorismo dos jovens. “Na Cresol, realizamos um trabalho que vai além do financeiro, e que tem forte atuação nas comunidades onde levamos informações e apoiamos diversos projetos educativos”, disse.

Durante todo o projeto, a Cresol trabalhou a gamificação como uma forma de engajar e valorizar os participantes e, ao final, toda a interação no curso contabilizou pontos que foram ranqueados e premiaram os jovens.

Edivani Perin, de 20 anos, foi uma das participantes do projeto e comentou sobre o retorno que teve com os encontros. “A Cresol sempre esteve disposta a nos ajudar financeiramente, investindo e melhorando a nossa propriedade. No ano passado fui convidada para participar do projeto Juventude Conectada e aceitei na hora, pois mesmo sendo online nos conectamos com jovens de todo Brasil. Além disso, o projeto nos auxiliou a ver as coisas de formas diferentes, principalmente a maneira como administramos o nosso dinheiro, que é algo essencial para termos uma vida financeira saudável. Também aprendemos sobre o cooperativismo e as suas inúmeras vantagens”, comentou a jovem que mora e trabalha com os pais em uma propriedade rural de Iraceminha, Santa Catarina.

O Gerente do Cresol Instituto, José Vandresen, destacou a atuação da Cresol como uma instituição financeira cooperativa da comunidade que tem focado na atenção aos serviços financeiros, educacionais e de assistência aos jovens empreendedores, como mecanismo de acelerar as inovações apresentadas. “Hoje a comunidade mundial tem destacado a inserção dos jovens e mulheres nas organizações e a Cresol definiu apoiar esse público em seus projetos e empreendimentos, por isso o Cresol Instituto tem se empenhando em desenvolver conteúdos, metodologias e dinâmicas que possam garantir a qualificação, a educação cooperativa, a troca, a vivência, bem como a diversão da juventude que aposta na conexão com a cooperativa”, finalizou Vandresen.

Compartilhe a notícia:
5k
fb-share-icon15000
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*