Copom decide manter juros em 2% ao ano

Decisão interrompe uma sequência de nove cortes seguidos na taxa básica de juros. Manutenção dos 2% era esperada pelo mercado e mantém mínimo histórico da Selic.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) decidiu nesta quarta-feira (16) manter a taxa básica de juros da economia brasileira estável em 2% ao ano. A decisão foi unânime.

A manutenção da taxa era esperada pelo mercado e interrompe um ciclo de cortes dos juros que começou em julho do ano passado.

Foram nove reuniões seguidas do Copom com redução da taxa Selic. Em 2% ao ano, o juro básico já está na mínima histórica.

A manutenção da Selic ocorre em meio à alta no preço dos alimentos, que somou 8,83% em doze meses até agosto. Esse reajuste não tem apenas um alimento responsável, pois a maioria deles está com preços recordes no campo.

Porém, dois chamaram a atenção nos últimos dias: o arroz, com valorização de 19,2% no ano, e o óleo de soja, que subiu 18,6% no período.

Em comunicado divulgado após a decisão, o Copom informou que “avalia que a inflação deve se elevar no curto prazo” e destacou que a alta do preço de alimentos contribui para esse movimento.

“O Comitê avalia que a inflação deve se elevar no curto prazo. Contribuem para esse movimento a alta temporária nos preços dos alimentos e a normalização parcial do preço de alguns serviços em um contexto de recuperação dos índices de mobilidade e do nível de atividade”, afirmou.

O BC oficializa na nota o uso da “prescrição futura”. Com o mecanismo, conhecido como “forward guidance”, o BC indica ao mercado quais serão os próximos passos.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*