Lições de cooperativismo e arte impactaram 1,5 mil estudantes em Curitiba

No primeiro semestre de 2019, 1,5 mil crianças da rede municipal de ensino de Curitiba ganharam lições de cooperativismo dentro das escolas. Misturando arte, brincadeiras e ensinamentos sobre solidariedade, as equipes do projeto Fazendo Arte, Cooperando Com a Vida estiveram em dez escolas da capital do Paraná.

A iniciativa é uma parceria da Unicultura com o Sescoop (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Paraná), que é vinculado à Ocepar (Organização das Cooperativas do Estado do Paraná), e com o apoio da Secretaria de Educação de Curitiba. “Cada imersão na comunidade, na companhia de um artista convidado, deu à escola um mural pintado pelos alunos”, conta Ricardo Trento, diretor da Unicultura.

“Trabalhar com as escolas de Curitiba faz parte deste projeto que é mostrar, também nas grandes cidades, como o cooperativismo, mais comum no interior do estado, pode contribuir para a sociedade. Acreditamos que uma geração que cresce com esses valores, dividindo-os com os pais, amigos e familiares, enxergará mais fácil e rapidamente como construir soluções coletivas. Vários empreendimentos [urbanos] podem se beneficiar ao agir de forma cooperada”, explica Leonardo Boesche, superintendente do Sescoop.

“Queremos mostrar a eles como, no cooperativismo, estão presentes os ensinamentos da ajuda mútua, da responsabilidade, da igualdade, da solidariedade, da honestidade, da preservação ambiental e da cultura da paz. Isso tudo é possível pois estamos falando de atividades de arte e educação”, corrobora Trento. “Foi uma experiência única para as crianças, numa parceria que acrescentou muito à escola, que vai estar sempre aberta para iniciativas assim”, disse Karine Braun, diretora da Escola Municipal Prof. Herley Mehl, no bairro Pilarzinho.

Participaram do projeto Cyla Costa, Rimon Guimarães, Cimples, Gustas e Família + Amor. Todos são artistas visuais renomados em Curitiba, com atuação em diferentes áreas, mas que deixaram sua marca em escolas de toda a capital. Eles supervisionaram a pintura dos murais colaborativos. “A obra fica para o estabelecimento de ensino, como uma lembrança do que é possível conquistar agindo de forma cooperada”, diz Trento.

Para a estudante Giovana Batista, 9 anos, foi uma oportunidade de aprender a trabalhar em conjunto. “Foi muito legal aprender a pintar com um artista e saber que juntos fizemos uma arte para escola. Vou passar por aqui e lembrar sempre que eu deixei minha marca”, festejou a menina, que estuda na Escola Municipal Dona Lulu, no bairro Sítio Cercado.

Ao todo, participaram do projeto 1.557 alunos do 4ª e 5ª ano do ensino fundamental, acompanhados por 59 professores. A história repercutiu nas redes sociais e o projeto foi convidado, pela Secretaria Municipal de Educação, para participar da Expo Educação, em julho, no pavilhão de Exposições do Parque Barigui – Expo Renault Barigui – um dos maiores eventos do gênero no Brasil. O projeto Fazendo Arte, Cooperando Com a Vida chamou a atenção do vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, que parou no estande para se inteirar da iniciativa.

Cooperativas no PR

A Ocepar foi criada em abril de 1971, por decisão de 34 cooperativas paranaenses. Passados quase 50 anos, já são 215 organizações vinculadas à entidade, com um faturamento total de R$ 83,7 bilhões em 2018. São cerca de 1,8 milhão de cooperados no Paraná.

O objetivo primordial da Ocepar é representar e defender os interesses do sistema cooperativo paranaense, com as autoridades e com a sociedade, prestando serviços adequados ao desenvolvimento das sociedades cooperativas e de seus integrantes, além de exercer a representatividade sindical das cooperativas paranaenses.

O Sescoop/PR, que neste ano completa 20 anos, fundado em 21 de setembro de 1999, desempenha um importante papel na formação profissional, promoção social e monitoramento. Foi fundado em 1999 e está completando 20 anos de história. Neste período, soma R$ 300 milhões em recursos aplicados, mais de 72 mil eventos e 2,3 milhões de participações nas mais diversas atividades. A partir das demandas apresentadas pelas cooperativas paranaenses, viabiliza a realização de cursos, seminários, workshops, fóruns, especializações e mestrados, entre outros, em parceria com renomadas instituições de ensino. Também estimula a formação de lideranças cooperativistas e faz o acompanhamento do desempenho econômico e financeiro das cooperativas, as auxiliando na tomada de decisões e no aprimoramento da gestão dos negócios.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*