Sicoob será homenageado em sessão da Assembleia Legislativa/SC no dia 2 de abril

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) promove no próximo dia 2 de abril, às 19 horas, uma sessão especial em homenagem ao Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil, Sicoob SC/RS.

A proposição da sessão é do deputado Mauricio José Eskudlark e será realizada no Plenário deputado Osni Régis. Segundo o deputado Eskudlark, “a homenagem é mais do que justa a uma instituição que tem ajudado milhares de pessoas, empresas e empreendimentos em Santa Catarina e no Brasil, contribuindo para o desenvolvimento das comunidades, melhor distribuição de renda e qualidade de vida para a população“. Várias cooperativas, acrescentou Eskudlark, estão completando 25 anos de atividade e, por essa razão, “é um bom momento para o Parlamento catarinense registrar o esforço de dirigentes, funcionários e associados para consolidar uma cultura baseada no cooperativismo, no valor da coletividade, na união de esforços para a resolução de problemas e para a concretização de muitos sonhos de pessoas e famílias”.

Para o presidente Rui Schneider da Silva, “as 40 cooperativas do Sicoob em Santa Catarina e uma no Rio Grande do Sul recebem com muita honra essa homenagem que é extensiva aos mais de 500 mil associados, presentes em 223 municípios catarinenses – 75% do total – além de oito no Rio Grande do Sul e oito no Paraná“.

O Sicoob é a segunda instituição financeira com o maior número de agências no Estado, atrás apenas do Banco do Brasil. É também o segundo maior financiador da produção agrícola catarinense, com mais de R$ 800 milhões de recursos repassados aos produtores.

Depois de ocupar praticamente todo o território catarinense, com 322 pontos de atendimento, e ainda expandindo-se para o litoral, as cooperativas do Sicoob SC/RS também começam a se instalar no Rio Grande do Sul, onde desde 2010 já atua o Sicoob Ecocredi, no município de Três Coroas. “O Banco Central do Brasil autorizou e pretendemos levar a qualidade de nossos produtos e serviços também ao vizinho estado gaúcho, com quem as cooperativas do planalto e oeste catarinense, principalmente, possuem fortes laços culturais”, disse Rui Schneider da Silva.

A Organização das Nações Unidas, que estabeleceu 2012 como o Ano Internacional do Cooperativismo, reconhece o papel que as cooperativas desempenham como catalisadores de desenvolvimento e sua capacidade para capacitar as comunidades, criando empregos e gerando renda. Segundo o secretário Geral da ONU, Ban Ki-Moon, “ao enfatizar valores fundamentais, as cooperativas ajudam a promover uma visão que une objetivos sociais ao modelo de negócio”.

Para a homenagem no dia 2 de abril, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, foram convidados todos os presidentes das 41 cooperativas do Sicoob Central SC/RS, dirigentes de outros segmentos do cooperativismo e parceiros.

Fonte: Sicoob Central SC/RS – Assessoria de Imprensa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*