Parcimônia do BACEN frente à Selic pode afetar o Cooperativismo de Crédito, por Ricardo Coelho

1 comentário

  1. Ricardo
    Se bem entendi a sua matéria, com excessões, a partir de agora as cooperativas de crédito deverão passar por um processo de profissionalização, com consequente aumento aumento de criatividade na gestão de seus negócios?
    Ou seja, as cooperativas de crédito deverão sair da sua zona de conforto e operar como se fossem bancos, conservando seus princípios?
    Se for este o caso, é um desafio e tanto.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*