Comitiva de Nova Petrópolis visita Sunchales, a Capital Nacional do Cooperativismo da Argentina

União Faz a Vida sendo apresentado na Argentina

Durante o período de 06 a 10 de maio uma delegação de representantes da SICREDI Pioneira RS e do programa “A união faz a vida” estiveram em Sunchales, capital nacional do cooperativismo na Argentina, para participar da XIII Jornada Nacional do Cooperativismo e Associativismo Escolar e VII do Mercosul. O encontro, que reuniu mais de 500 professores de todos os países do Mercosul, abordou temas de sustentabilidade, cooperativismo e associativismo escolar.

O programa de educação “A união faz a vida”, que tem como objetivo construir e vivenciar atitudes e valores de cooperação e cidadania para contribuir com a educação integral de crianças e adolescentes, foi apresentado pela delegação. Através da parceria entre o SICREDI e as secretarias de educação, realiza a formação continuada dos professores com assessoria pedagógica do Instituto de Educação Ivoti, e incentiva as escolas a criarem projetos com os alunos e comunidade, para fomentar a prática da cooperação e cidadania. As coordenadoras Sussana Werle, Magdalena Hillebrand e Méri Ströher, que representaram os municípios de Picada Café, Nova Petrópolis e Feliz, pioneiros na implantação, foram convidadas para apresentar os projetos que realizam pelo Programa. Também possuem o Programa pela Pioneira os municípios de Morro Reuter, São José do Hortêncio, Linha Nova, Alto Feliz e Vale Real.

Monumento à Capital Nacional do Cooperativismo na Argentina

O superintendente regional da SICREDI Pioneira RS, Márcio Port, fez parte da delegação, requisitado pelo presidente da Casa Cooperativa de Sunchales, Raul Colombetti. Apresentou o case SICREDI e o cooperativismo de crédito no país e no mundo aos dirigentes cooperativistas da cidade. Foi convidado para conhecer a realidade cooperativista da cidade, que possui 24 cooperativas dos mais diversos ramos, em pleno funcionamento e êxito. Sunchales, com 22.000 habitantes em breve será cidade irmã de Nova Petrópolis e utiliza a cooperação como solução dos problemas.

 

Para Port, chamou atenção “a receptividade e importância que os argentinos nos deram, mesmo ainda não havendo no papel a declaração de irmandade entre Nova Petrópolis e Sunchales. Já nos tratam como irmãos. Temos certeza de que muito teremos a ganhar e aprender com esta relação, especialmente com os intercâmbios que serão realizados”.

Prefeito de Sunchales entregando correspondência para os representantes de Nova Petrópolis

A história de relacionamento entre as cidades se iniciou em 2006 e parece que neste ano será coroada. A delegação entregou a carta do prefeito de Nova Petrópolis, Luiz Irineu Schenkel, aceitando o pedido de irmandade do prefeito de Sunchales, Oscar Trinchieri. Sem perder tempo já respondeu eufórico agradecendo e dando continuidade ao processo.

Para Daniel Hillebrand, assessor de comunicação da SICREDI Pioneira RS, que integra a comissão de desenvolvimento do título de Capital Nacional do Cooperativismo instituído à Nova Petrópolis no dia 19 de janeiro de 2010, “a lei municipal é o fato que consagrará a irmandade entre as cidades. E está é uma das ações que estamos planejando a curto prazo. Devemos aproveitar a oportunidade e comemorar em grande estilo para divulgar a região. Mas precisamos planejar os mínimos detalhes para conseguirmos reunir as autoridades políticas do país e cooperativistas do mundo, como a presidente da Aliança Cooperativa Internacional, que não virá duas vezes para prestigiar um evento na América, por isso é possível que ocorra um evento contínuo, que inicie em Sunchales e termine em Nova Petrópolis.”.

Leia também: Nova Petrópolis recebe comitiva da Argentina

Fonte: SICREDI Pioneira RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*