Portal do Cooperativismo Financeiro Unicred Central RS comemora os bons resultados de 2014 - Portal do Cooperativismo Financeiro

Unicred Central RS comemora os bons resultados de 2014

Suas operações de crédito evoluíram 27% no período de 12 meses.

Seguindo uma tendência dos últimos cinco anos, o Sistema Unicred Rio Grande do Sul apresentou um ritmo de desenvolvimento superior à média do mercado, girando em torno de 263% de crescimento em operações de crédito acumulado. Em 2014, o crescimento foi de 27%. Em dezembro, a carteira de crédito ultrapassou o saldo de R$ 1 bilhão.

Comparado a 2013, houve um incremento no número de cooperados, passando de 33 mil para 38 mil em 2014. Os depósitos a prazo também registraram uma boa performance, com uma evolução de 25%, em comparação a 2013, chegando a R$ 1,2 bilhão. Os ativos totais cresceram 24%, chegando a aproximadamente R$ 1,8bilhão.

“Estes números mostram um desempenho consistente e reforçam a solidez do Sistema Unicred”, afirma seu diretor-presidente Paulo Abreu Barcellos. Para ele, esse resultado alcançado está sendo possível graças à qualificação dos colaboradores e, principalmente, do apoio e confiança dos cooperados. “Nosso foco é a excelência em produtos e serviços e o nosso atendimento é personalizado”, considera.

Segundo Barcellos, as instituições financeiras cooperativas são uma excelente alternativa, tendo em vista que as condições são mais favoráveis do que aquelas oferecidas tradicionalmente pelos bancos, pois seus objetivos estão centrados no benefício socialdos cooperados, em detrimento do lucro.

“As cooperativas têm características próprias, conforme a região onde atuame estão comprometidas com o fortalecimento da comunidadeem que estão inseridas. Em princípio, todas oferecem os mesmos produtos e serviços prestados por um banco comercial, porém, com inúmeras vantagens”, diz ele, destacando: administração participativa e transparente; IOF reduzido nos empréstimos e financiamento; taxas de juros, que, na média, são inferiores àquelas praticadas pelo mercado nos empréstimos e financiamentos; cheque especial com taxas média bem inferiores às praticadas no mercado; remuneração mais atrativa nas aplicações financeiras; distribuição de resultado (sobras) ao final do exercício social. Ainda, proteção do Fundo Garantidor de Crédito Cooperativo– FGCoop; Plano de Previdência próprio – PRECAVER (sem fins lucrativo e baixa taxa de gestão); fiscalização pelo órgão regulador – BACEN; e sistema de compensação próprio.

Fonte: Unicred

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.