Inadimplência é menor nas instituições financeiras cooperativas

Taxa de inadimplência recuou no Sistema Financeiro Cooperativo em 2013

Os associados das instituições financeiras cooperativas quitaram suas dívidas em 2013 com mais pontualidade do que no ano anterior. A taxa de inadimplência nos empréstimos oferecidos pelas cooperativas do Sicoob, por exemplo, fechou o ano em 1,39%, menos da metade do valor inferior apresentado pelos bancos que foi de 3%.

Já a taxa de inadimplência das operações das cooperativas do Sistema com as empresas, somou 1,86% em dezembro do ano passado – com queda de 0,85 pontos percentuais em comparação com 2012. Comparado à igual período, o sistema bancário apresentou redução de 0,04 pontos percentuais (p.p).

Inadimplência de pessoa física

A inadimplência provocada por pessoas física nas cooperativas do Sicoob se mostrou inferior quando comparada ao Sistema Financeiro Nacional (SFN). Enquanto a inadimplência na instituição cooperativa permaneceu a uma taxa de 1,83 p.p, 2,1 p.p, e 1,77 p.p respectivamente aos anos de 2011, 2012 e 2013, no SFN a taxa permaneceu em 5,7 p.p, 5,6 p.p e 4,4 p.p.

Sobre o Sicoob
O Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) possui mais de 2,6 milhões de associados em todo o país e está presente em 24 estados brasileiros e no Distrito Federal. É composto por mais de 500 cooperativas singulares, 15 cooperativas centrais e a Confederação Nacional das Cooperativas do Sicoob (Sicoob Confederação). Integram, ainda, o Sistema, o Banco Cooperativo do Brasil (Bancoob) e suas subsidiárias, provedoras de produtos e serviços especializados, como cartões, consórcio, previdência e fundos de investimento. A rede Sicoob é a sexta maior entre as instituições financeiras que atuam no país, com mais de 2,2 mil pontos de atendimento. As cooperativas inseridas no Sistema oferecem um amplo portfólio de produtos e serviços financeiros para seus associados e possibilitam acesso a recursos para empréstimos em geral e investimentos, tanto para pessoas físicas como jurídicas, com juros mais acessíveis.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.