Programa A União Faz a Vida beneficia 65 mil crianças em MT

A União Faz a Vida engaja pais, parceiros e comunidades em causas da educação e cidadania

Desenvolver estratégias para ampliação do engajamento de parceiros, pais e comunidades mato-grossenses é o mote da gestão do programa de responsabilidade social A União Faz a Vida para 2014. A iniciativa beneficia em Mato Grosso cerca de 65 mil crianças e adolescentes de 168 escolas públicas de 15 diferentes municípios com diversos projetos educacionais. O Estado é o segundo maior em abrangência no país, atrás apenas do Rio Grande do Sul, com 75 mil crianças atendidas.

Para se ter uma ideia da abrangência do programa em Mato Grosso, em todo o Estado há 800 mil alunos matriculados nas redes pública e privada, sendo 450 mil somente na rede estadual. Concebido e gerido pelo Sistema Sicredi em vários pontos do país, o programa é reconhecido mundialmente e completa 21 anos de atuação.

A iniciativa consiste em ensinar a crianças e adolescentes a importância da educação, conceitos de cooperativismo e cidadania em prol de um mundo melhor. Com isso, é estimulada a criação de projetos educacionais coletivos que envolvem escola, família e comunidade.

O programa A União Faz a Vida envolve diversos atores sociais e atualmente também é desenvolvido em parte dos municípios de Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo e Santa Catarina. Avaliação das atividades desenvolvidas em Mato Grosso e os desafios a serem superados pelos mais de 3,4 mil educadores envolvidos foram debatidos em encontro realizado em Cuiabá. Nos seis Estados, são 200 mil crianças atendidas, 15 mil professores mobilizados e mais de 100 municípios contemplados.

Doutor em Educação e formador nacional do programa, Ricardo Casco destaca a relevância de Mato Grosso no estímulo às ações de cidadania e educação e aponta como diferencial a oferta de formação direta de professores por meio de cursos do A União Faz a Vida. Em outros Estados, a formação é encabeçada por professores universitários da área da Educação. “É uma experiência inédita para o programa que está sendo observada com atenção. Além disso, há em Mato Grosso uma integração muito forte com agentes e órgãos públicos, como as prefeituras, que contribui para resultados e ações eficazes que estão inspirando outros Estados”, analisa o estudioso.

O programa A União Faz a Vida muda a rotina de comunidades como Juína (750 km de Cuiabá) com reflexos diretos no comportamento dos alunos, professores e moradores, conta a assessora pedagógica Marilza Gallan Flor. “Vemos que o envolvimento do aluno passa a ser muito maior e a aprendizagem mais efetiva. O professor ganha mais motivação e isso mexe com a autoestima do educador. Há uma participação cada vez maior da comunidade quando vai se percebendo as mudanças na educação”, ressalta.

Participantes – O A União faz a vida reúne diversos agentes sociais, incluindo gestores, parceiros, assessorias pedagógicas e apoiadores. Os gestores são os responsáveis pela articulação e planejamento do programa, ao passo que os parceiros implementam as práticas educativas nas comunidades. Já as assessorias pedagógicas promovem a formação continuada dos educadores para colocar em prática as atividades de cooperação e cidadania. Os apoiadores, representantes da comunidade, participam de diferentes formas, com recursos financeiros, materiais ou humanos.

Fonte: Sicredi

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.