Portal do Cooperativismo Financeiro A legalidade da Fila nas Cooperativas de Crédito (atender ou não os não associados?), por Ricardo Coelho - Portal do Cooperativismo Financeiro

5 Comentários em A legalidade da Fila nas Cooperativas de Crédito (atender ou não os não associados?), por Ricardo Coelho

  1. Ricardo, com certeza este é um tema interessante para reflexão. Sendo uma cooperativa uma associação de pessoas, que tem por objetivo satisfazer as necessidades de seus associados, deveriam as mesmas atender pessoas que são apenas usuárias dos serviços e que não contribuiram em nada para a constituição e para a manutenção da mesma? Como agravante, quando um associado vem até sua cooperativa, esperando um atendimento diferenciado, ele tem de “disputar” a fila com usuários.

    Uma cooperativa pode ser comparada com um clube que tem piscina. Os sócios pagam uma contribuição anual para poderem usufruir da piscina (e de outros benefícios). Quando chega a temporada de verão, quem tem o direito de utilizar a piscina? Os sócios que ajudaram a pagar a conta o ano inteiro, ou aqueles que querem usufruir apenas dos benefícios quando melhor lhes convêm?

    Agregando-se ainda o fato da existência de cooperativas de livre admissão de associados, onde qualquer pessoa pode tornar-se associada, passando a ter os mesmos direitos e deveres que os demais associados, qual o motivo para a cooperativa atender a quem quer ter apenas direitos.

    Está aberta a discussão.

  2. Bem, realmente é um assunto que não se esgota por aqui, pois, se de um lado temos associados que querem agilidade no atendimento da fila, ou prioridade no atendimento, de outro lado temos o próprio interesse de crescer, que no meu ver deveria ser de todos associados e não somente dos dirigentes. Muitos dos associados de hoje,foram apenas usuários por algum tempo.

    A fila formada por estes usuários, pode ser uma porta de entrada muito signiicativa de associados. Então simplesmente não atender mais os não associaodos pode incorrer nesta “perca de público algo”. Mas uma fila especial para associados e outra para não associados poderia ser muito benéfica para duas questões em especial:
    – a vantagem, benefício em ser associado e ter uma fila especial, faz o associado se sentir mais valorizado;
    – já os não associados poderiam ter seu interesse, o de se tornar um associado, despertado, vindo a ser um bom argumento para novas associações.

    Não conheço muito sobre o que realmente é permitido ou não na questão das filas, mas acredito ser uma boa idéia ter filas distintas para associados e para não associados.

    Espero ter contribuido, o tema é bem instigante, e esta longe mesmo de ser esgotado.

    Cherly Alves Pereira
    Assistente de negócios Sicredi Região da Produção.
    Chapecó – SC

  3. Realmente existem várias opiniões sobre o mesmo assunto. As filas normalmente são lembradas nos momentos de estress ou motivo de reclamação dos próprios associados, quando naqueles dias pontuais de maior movimento, se sentem de certa forma preteridos no atendimento, pois disputam atendimento com pessoas não associadas, que vêm para as unidades de atendimento onde são bem atendidas, oferecendo um ambiente agradável, com café, água gelada e cadeira para sentar.
    Outro aspecto é o fato de contratarmos atendentes e até mesmo estagiáios, para receber nossos associados na porta e direcioná-los para o auto atendimento, enquanto os não associados são atendidos diretamente no caixa. O que é melhor para o associado?
    Por outro lado, também concordo que esta “oportunidade” de contato com não associados, é uma ´forma de mostrarmos nosso jeito de ser e conquistarmos novos associados.
    Acho complicado adotarmos um padrão, tudo precida ser visto com uma ótica de custo e oportunidade, que precisa ser adequada a cada local ou momento que a unidade está vivendo.
    O Importante é que não podemos nos descuidar dos nossos associados.

  4. Senhores,

    Os associados são donos de uma cooperativa e não o contrário.
    Baseado nisso, entendo que ela existe para atender, exclusivamente, as necessidades de SEUS ASSOCIADOS.
    Se um usuário, que ainda não é associado, para ter acesso aos serviços disponibilizados “no ambiente interno de uma Unidade de Atendimento” de uma cooperativa, entendo que deve ser associado.
    E para isso, após a Livre Admissão, não há barreiras para tornar-se associado e com isso disfrutar de todos os benefícios oferecidos por uma cooperativa, tais como: os recursos administrados são reinvestidos na própria comunidade/região, as decisões são tomadas pelos associados (donos do negócio), os resultados são distribuidos entre os cooperados que utilizaram os Produtos e Serviços da Cooperativa, enfim, poderia listar vários diferenciais importantes para ser um associado.
    Claro que, sabemos que muitos convênios de arrecadação firmados com concessionárias, sejam públicas ou privadas, estabelecem cláusula da obrigatoriedade de recebimento do boleto/guia. Porém é válido lembrar que a cooperativa disponibiliza outro canal para estes pagamentos, que é o agente credenciado – estabelecimento comercial parceiro – que arrecada em nome da Cooperativa.
    Por fim, para tecer aqui minha opinião, é a seguinte:
    – A cooperativa deve sim receber o pagamento de um usuário não associado, porém convidá-lo para ser associado, explicando todas as vantagens disso. Numa segunda vez, quando ele retornar novamente à Unidade, caso sua decisão foi de não associar-se, então a Unidade indicaria um agente credenciado para ele continuar fazendo seus pagamentos, priorizando assim (o ambiente da Unidade) para seus associados.

  5. Fui em uma cooperativa hoje (coisa que não costumo fazer justo pelo mal atendimento aos não sócios) pois todos os bancos estão em greve na minha cidade e a atendente me disse que não poderia cobrar meu título pq eu não era sócio , então eu disse que meu patrão tinha conta mas não tinha em mãos o numero e a mesma me disse que então ele deveria ir pagar kk Gente quando um patrão pega fila para pagar conta ?? o meu nunca fez e odeia bancos , de tanto insistir (pois realmente não conseguiria pagar na lotérica porque o valor ultrapassava o que eles aceitam) ela recebeu , mas me senti super constrangida pois poderia ser uma futura sócia coisa que nunca acontecera pelo mal atendimento daquela atendente e detalhe desde que começou a greve me obriguei a ir la algumas vezes e os outros atendentes receberam meu título sem questionamentos , não entendo porque sempre tem um que resolve complicar o dia do proximo

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.