Portal do Cooperativismo Financeiro Sicoob ES debate a importância de valores e de atitudes éticas com associados e comunidades - Portal do Cooperativismo Financeiro

Sicoob ES debate a importância de valores e de atitudes éticas com associados e comunidades

Adotar condutas éticas é essencial para a construção de uma sociedade justa. Para reforçar a importância de valores e de atitudes honestas nas ações do dia a dia, o Sicoob ES promove um ciclo de palestras com o tema “Escolhas que levam ao sucesso”.

Os encontros, realizados em todo o Estado, são voltados para os associados e as comunidades onde a instituição financeira está inserida. Para o próximo mês de agosto, estão programados seis eventos, nos municípios de Vila Velha, Baixo Guandu, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Domingos Martins.

Segundo a superintendente do Sicoob ES, Sandra Helena Rosa Kwak, as palestras também são apresentadas para funcionários recém-contratados, durante a semana de integração.

A ética deve nortear todas as nossas atitudes, tanto pessoais como profissionais. A iniciativa reforça o compromisso do Sicoob com a sociedade de promover a educação, a formação e a informação”, afirmou a dirigente. Nos últimos 12 meses, a cooperativa realizou 15 encontros em diversas cidades, com a participação de aproximadamente 3.500 pessoas.

Fortalecimento

O palestrante, o administrador e mestre em Teologia Usiel Carneiro de Souza, explicou que a ética é a opção pela virtude em contraposição ao vício. “Vício no sentido de atitudes impróprias ou destrutivas para com a vida. Esse comportamento se estabelece sem muito esforço. Já as virtudes, apenas se escolhermos e nos esforçarmos. Trazer o tema com recorrência e abordá-lo de forma comprometida ajuda na busca por virtudes e, consequentemente, no fortalecimento da ética organizacional“, avaliou.

De acordo com Usiel, a vida sem ética é pior, mais cara, menos compensatória e menos geradora de satisfação. “Atuar de forma transparente é o que sustenta a confiança dos clientes e a fortalece. Se você puder calcular quanto custa essa confiança, poderá calcular o retorno para as organizações”.

Sandra Kwak ressaltou que manter um bom relacionamento com os associados é uma das principais preocupações do Sicoob, e isso exige comprometimento, respeito e honestidade. “As pessoas depositam sonhos e resultados de muito esforço na instituição. A cooperativa precisa atender às expectativas dos correntistas e contribuir para que alcancem seus objetivos”, disse a superintendente.

Próximas palestras realizadas pelo Sicoob:

  • 01/08 – Baixo Guandu
  • 08/08 – Vila Velha
  • 15/08 – Santa Maria de Jetibá
  • 20/08 – Santa Leopoldina
  • 22/08 – Domingos Martins
  • 29/08 – Distrito de Caramuru, Santa Maria de Jetibá

Fonte: Sicoob ES

1 Comentário em Sicoob ES debate a importância de valores e de atitudes éticas com associados e comunidades

  1. Sicoob ES falando de ética no cooperativismo e deixando de fora o que aconteceu com a CREDITEL e a COOPETFES é a maior falta de ética e respeito pelo povo capixaba. Há 12 anos os funcionários da Telest e de outras pequenas empresas de telecomunicações, em sua grande maioria aposentados, bem como funcionários, professores e aposentados da Escola Técnica Federal (atual CEFET) tiveram suas economias que estavam depositadas nessas cooperativas surrupiadas de forma vergonhosa e até agora, o que foi feito? Nada. O que o pessoal que continua a frente do cooperativismo fez para ajudar as vítimas do rombo nessas cooperativas? Nada. O que disse o superintendente da OCB/ES em entrevista? Disse que o que aconteceu com esses cooperados, ou seja, o sumiço de R$32,5milhões de reais, foi só um susto, e que não vai acontecer mais, porque a partir daí o sistema estaria tomando precauções, teria agora a solidez do Bancoob e a participação do Banco Central. Quer dizer que antes não tinha nada disso????? Os cooperados foram roubados de forma covarde, ficaram sem nada e vem o Sicoob falar de ética, sem nunca ter feito nada para ajudar os cooperados dessas cooperativas??? Aliás, fizeram sim: ajudaram a abafar o caso. Se querem falar de ética, tenham atitude de homem: pratiquem-na antes. A vida ética não é para qualquer um. Não é algo que se fala, mas que se vive – é espelhada em conduta e não em discurso vazio. Cadê a frente parlamentar cooperativista, que na ocasião virou as costas para os cooperados, e sabem por que? Porque o que quebrou as cooperativas foi a safadeza de seus dirigentes, que deixaram a máfia de campanha do Zé Ignácio (então governador do ES) usarem a cooperativa para movimentar recursos do caixa II de campanha e provenientes de outras falcatruas. Eu quero ver ter alguém aqui que está falando de ética contestar o que estou dizendo. Quero ver alguém falar que vai me processar. Eu desafio qualquer cidadão,político, empresário, ladrão, etc, desse país a argumentar algo em contrário, com base em fatos e em aspectos legais, sobre o que estou comentando. O cooperativismo de crédito no ES é vergonhoso. Virou as costas para os associados da CREDITEL e da COOPETFES como se fossem criminosos e agora vem falar de ética. O Sicoob ES deveria estar falando é sobre vergonha na cara, falta de ética, de moral e de honestidade dentro do cooperativismo, porque a omissão e a covardia são tão cruéis quanto a ação criminosa. Querem falar de ética? Ajudem os cooperados lesados a recuperar suas economias. Caminhem até os tribunais e digam a verdade. Digam que o Banco Central e o Bancoob deixavam a bandalheira correr solta, não fiscalizavam nada, e depois que cooperativa quebrava, ia lá e liquidava, deixando o povo a ver navios. Digam que hoje isso não acontece mais, como estão dizendo, mas não escondam a outra parte. Sejam honestos. Depois disso poderão pensar em falar de ética.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.