Cooperativas de Crédito deixaram de emprestar R$ 70 bilhões por falta de recursos

Por ocasião do Seminário Internacional de Regulação e Supervisão de Cooperativas de Crédito, ocorrido em São Paulo na última semana, representante do Desuc, departamento do Banco Central do Brasil responsável pela fiscalização das cooperativas de crédito, apresentou a informação de que as cooperativas brasileiras deixaram de emprestar R$ 70 bilhões aos seus associados, sendo este o valor que os associados possuem junto a outras instituições financeiras. Segundo a estatística apresentada, apenas 30% da necessidade dos associados é atendida por suas cooperativas de crédito.

O dado, além de demonstrar uma oportunidade de crescimento para as cooperativas de crédito, deixa clara a grande concorrência existente no mercado financeiro nacional, demonstrando que os associados de cooperativas de crédito são também, na maioria das vezes, clientes de bancos.

Para que esta estatística seja transformada em uma oportunidade de crescimento, várias são as ações que devem ser empreendidas pelo setor, dentre as quais: aproveitamento de todas as prerrogativas previstas para as cooperativas de livre admissão, principalmente na oferta completa de produtos e serviços aos associados, para todos os públicos (inclusive crédito imobiliário); capacitação dos dirigentes e colaboradores; implantação da Governança Cooperativa; intensificação do discurso de instituição financeira cooperativa, demonstrando aos sócios as vantagens de operar com sua própria instituição financeira.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.