Ativos das cooperativas de crédito brasileiras cresceram 19% em 2012

Apesar da redução de 4,5% no total de cooperativas de crédito existentes no país, o setor cresceu em 19% o volume de ativos administrados no ano de 2012.

Baseado em dados do BACEN e da OCB, dos anos de 2011 e 2012, é possível realizar-se algumas análises relativas ao crescimento dos 12 meses do ano de 2012. Tais informações consideram apenas os dados de balanço das 1.216 cooperativas singulares e 38 centrais, não levando em conta os dados dos Bancos Cooperativos Sicredi e Bancoob.

No ano de 2012 os ATIVOS das cooperativas de crédito totalizaram R$ 98,992 bilhões, praticamente atingindo a marca de R$ 100 bilhões, com crescimento de 19% em relação à 2011. Deste total, 41% são administrados por cooperativas filiadas ao Sistema Sicoob, 34% ao Sistema Sicredi, 11% à Unicred, 5% à Ancosol e 3% à Cecred. Percentualmente, os maiores crescimentos no volume de ativos foram da Ancosol e Cecred, com 32% e 31%, respectivamente, seguido pelo Sicredi (21%), Sicoob (17%) e Unicred (13%).

Já as OPERAÇÕES DE CRÉDITO atingiram R$ 47,1 bilhões, com crescimento de 25%, com crescimento alavancado pelas cooperativas filiadas à Cecred (aumento de 40%), Sicredi e Ancosol (28%), Unicred (27%) e Sicoob (22%). Nestes dados não estão computados as operações contabilizadas no Ativo Compensado das cooperativas, como por exemplo as repassadas do BNDES.

Neste mesmo período, o PATRIMÔNIO LÍQUIDO das cooperativas cresceu 20%, atingindo R$ 19,1 bilhões. Deste total, 47% é relativo à cooperativas do Sistema Sicoob, 25% do Sicredi, 11% da Unicred, e 3% da Ancosol e Cecred. O maior crescimento foi verificado no Sicredi e Ancosol (+ 27%), seguidos pela Unicred (20%) e Sicoob (18%).

Em termos de crescimento, analisadas as regiões do país, e tomando-se como base o volume de depósitos e as operações de crédito, temos o seguinte panorama:

  • Centro-Oeste: 19% de aumento nos depósitos e 30% nas operações de crédito
  • Norte: 27% de aumento nos depósitos e também nas operações de crédito
  • Nordeste: 24% de aumento nos depósitos e 25% nas operações de crédito
  • Sudeste: 14% de aumento nos depósitos e 20% nas operações de crédito
  • Sul: 30% de aumento nos depósitos e 26% nas operações de crédito

Estes dados demonstram a dificuldade de crescimento na região Sudeste do país, onde além do setor não verificar franco crescimento, possivelmente o crescimento de 2012 foi inferior ao que os bancos tiveram nesta mesma região, mantendo assim o cooperativismo de crédito muito próximo dos 2,4% de participação de mercado (dado de set/2012). Os estados com maior crescimento percentual no volume de depósitos foram: Piauí (69%), Tocantins (55%) e Alagoas (42%).

Em 2012, o número de PAs (Pontos de Atendimento) aumentou de 4.775 para 4.942, representando um crescimento de 3,5%. Neste total estão incluídas as sedes das 1.216 cooperativas singulares.

Você possui outras estatísticas do setor? Compartilhe enviando-as por email.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.