Portal do Cooperativismo Financeiro Sicredi União PR: perspectivas para 2011 - Portal do Cooperativismo Financeiro

Sicredi União PR: perspectivas para 2011

Nos 13 primeiros dias de 2011, o saldo dos recursos captados pela cooperativa de crédito Sicredi União PR registrou aumento de 3,3% em relação ao saldo médio de dezembro de 2010. Um bom começo para o que promete ser o melhor ano da cooperativa no norte e noroeste do Paraná.

“Há mais dinheiro circulando na região e o crescimento d

o volume de depósitos será ainda mais expressivo com a liquidação da safra de verão, em março”, estima o superintendente regional de desenvolvimento, Henrique Baggio.

A consolidação das principais metas da cooperativa, entre 2009 e 2010, embasa as projeções para este ano. Em 12 meses, os recursos totais saltaram 34% e fecharam o ano passado em R$ 552 milhões. No mesmo período, o patrimônio líquido aumentou 30%, chegando a R$ 76,7 milhões.

Henrique Baggio, Superintendente da Sicredi União PR

Até o fim de 2011, classificado como “o ano da colheita”, os recursos totais devem bater os R$ 700 milhões e o patrimônio líquido, a soma de R$ 87 milhões – aumento mínimo de 26,8% e 13,4%, respectivamente.

Nesse ritmo de crescimento, a Sicredi União – que hoje compreende 4% do volume total de depósitos das 125 cooperativas do Sistema – vai levar menos de três anos para superar o patamar de R$ 1 bilhão em recursos totais.

“A previsão é chegar a essa marca no segundo semestre de 2013”, comenta Baggio. “Sendo otimista, dá para chegar a R$ 1,5 bilhão nesse prazo”, acrescenta.

Divisor de águas

A história do Sicredi em Maringá se confunde com o início do cooperativismo de crédito no município, há 25 anos. Contudo, o crescimento mais significativo veio a partir da fusão de três cooperativas regionais – Maringá, Vale do Bandeirante (com sede em Astorga) e Norte do Paraná (Cornélio Procópio) – em primeiro de julho de 2009.

“Foi preciso [na fusão] investir pesado na reorganização da estrutura, em treinamento pessoal e na abertura de unidades de atendimento”, conta Wellington Ferreira, presidente da Sicredi União PR.

As três cooperativas, juntas, passaram a abranger 75 municípios e, no intervalo de um ano e meio, ampliaram de 50 para 61 o número de pontos de atendimento. O número de associados saltou de 44 mil para 47 mil desde a assembleia geral extraordinária que criou a Sicredi União.

“Houve um ganho gigantesco de sinergia com a fusão das cooperativas. Conseguimos tudo isso sem precisar aumentar o quadro de colaboradores”, revela Baggio.

Expansão

Para Baggio, a consolidação das seis unidades na segunda maior cidade do Estado, que já dão lucro, representa o sucesso do plano de expansão. “Diferentemente de um ano e meio atrás, hoje todas as unidades de Londrina operam no azul”. E vem mais por aí.

No curtíssimo prazo, além de colocar em operação uma nova filial em Londrina – a maior de todas -, em março do próximo ano, a Sicredi União finaliza detalhes para, em breve, abrir uma unidade em São João do Caiuá, na região de Paranavaí, e apoiar os produtores associados da Cocamar nos municípios de Bela Vista do Paraíso e Primeiro de Maio, instalando postos avançados nas próprias instalações da cooperativa.

Novidades também estão previstas para Maringá. A cidade, que hoje tem sete pontos de atendimento, ganhará mais duas até o fim deste ano. Expansão que, segundo Ferreira, está amparada no crescimento da economia, no aumento do poder aquisitivo da população e no momento vivido pela agricultura da região, que espera, este anos, colher boas safras e vender a produção por preços satisfatórios.

Balanço de 2010

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Metas para os próximos anos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: O Diario

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.