Itaú ‘assume’ fim do Unibanco em campanha

Campanha que encoraja cliente a chamar banco ‘só de Itaú’ é passo em estratégia de usar apenas um nome

O Itaú deu nessa semana um novo passo na estratégia de jogar a pá de cal sobre a marca Unibanco até o fim do ano. A estratégia, que já era visível nas ruas – o processo de substituição das cerca de mil agências do banco da família Moreira Salles ganhou fôlego no primeiro trimestre –, agora chegou à mídia de massa.

Em filme publicitário veiculado na quinta-feira 20/05, a instituição diz aos clientes que o Itaú Unibanco, resultado da fusão anunciada em novembro de 2008, pode ser chamado “só de Itaú”. De acordo com o banco, a campanha vai ganhar a mídia impressa neste fim de semana, circulando nos principais jornais e revistas do País.

Desde o início do processo de união de ativos, era consenso no mercado de que a marca do Itaú deveria prevalecer – o que surpreendeu alguns analistas foi a velocidade do descarte da marca do Unibanco.

Em setembro de 2009, menos de um ano antes do anúncio da fusão, o Itaú iniciou a conversão das agências Unibanco. A ação ganhou velocidade no início de 2010, quando executivos anunciaram que 150 seriam convertidas por mês. Nesse ritmo, por volta do aniversário de dois anos do negócio, as agências do Unibanco vão ter desaparecido do mercado.

Fonte: Estadão

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.