Portal do Cooperativismo Financeiro Banrisul sob nova gestão - Portal do Cooperativismo Financeiro

Banrisul sob nova gestão

Prestes a assumir a presidência do Banrisul, o banco estadual do Rio Grande do Sul, o atual secretário de Planejamento do Estado, Mateus Bandeira, prepara-se para colocar em prática projetos para expansão dos negócios e melhoria dos níveis de eficiência. A instituição é controlada pelo governo gaúcho, mas tem 43% do capital em circulação no mercado desde a oferta pública de ações feita em 2007. Os planos incluem a redução das despesas administrativas e o lançamento de produtos e serviços voltados principalmente à ampliação da carteira de crédito para empresas.

O futuro presidente promete centrar foco no combate às despesas administrativas. O plano é cortar R$ 45 milhões neste ano, excluído o pagamento de pessoal, sobre uma base de gastos de quase R$ 700 milhões em 2009, para melhorar o nível de eficiência – que mede o volume de receitas consumidas na cobertura de despesas administrativas – dos atuais 52% para 50%.

“Vamos rever processos, investir em tecnologia e renegociar preços com fornecedores de produtos e serviços”, disse Bandeira, que contará com a consultoria do Instituto Nacional de Desenvolvimento Gerencial (INDG), contratado ainda no ano passado. Com custos menores, o Banrisul também espera reduzir tarifas e aumentar a base atual de 3 milhões de clientes, explicou o executivo.

O banco prevê um crescimento, em 2010, de 22% a 25% da carteira de crédito total, que alcançou R$ 13,4 bilhões em 2009 (com expansão de 17,1%) e hoje já supera os R$ 15 bilhões. A meta de Bandeira é reforçar principalmente as operações de crédito comercial com pessoas jurídicas, que no ano passado cresceram só 3,7% por conta dos efeitos da crise econômica, para R$ 4,7 bilhões, enquanto o segmento pessoa física deu um salto de 38,1%, para R$ 5,4 bilhões.

Com quase 400 agências (de um total de 438) no Rio Grande do Sul, a instituição detém 28% da rede local de atendimento bancário, 20% dos depósitos e 17% das operações de crédito no Estado. No fim de 2009 o Banrisul era o 11º maior do país no ranking do Banco Central por ativos totais e nono em depósitos totais. “Temos espaço para crescer”, afirmou o futuro presidente, que deve ficar no cargo até que o futuro governador, a ser eleito este ano, indique seu sucessor.

No mês que vem o banco pretende colocar no mercado um sistema de crédito pré-aprovado para pequenas e médias empresas. O produto está em fase final de testes e o objetivo é atingir 150 mil tomadores em seis meses, disse o atual presidente, Fernando Lemos. “Vamos facilitar a concessão de empréstimos para os clientes que têm bom histórico conosco”, explicou. Segundo Bandeira, com a nova modalidade a carteira de crédito para pessoa jurídica deve crescer cerca de 20% neste ano.

Outro projeto que deve sair do papel no segundo semestre é um novo produto no segmento de cartões de crédito para aproveitar a abertura de mercado no segmento. Lemos e Bandeira não dão detalhes, mas a tendência é que o banco utilize a rede de pagamento eletrônico Banricompras, com quase 90 mil estabelecimentos comerciais e de serviços credenciados no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, para fazer a captura e processamento de operações com cartões de outras bandeiras.

O banco também iniciou uma ofensiva mais forte sobre o mercado de Santa Catarina, onde desde o início de 2009 aumentou de 13 para 23 o número de agências. Tanto Lemos quanto Bandeira afirmaram que a expansão no Estado vizinho vai continuar, mas o número de pontos que serão abertos em 2010 ainda não foi definido.

Fonte: Valor Online

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.




*

WordPress spam blocked by CleanTalk.